Como Fazer Cadastro Bolsa Família

Como Fazer Cadastro Bolsa Família

Saber como fazer cadastro Bolsa Família é importante para os brasileiros que desejam aderir ao Programa.

Advertisement

Afinal de contas, é por meio dessa inscrição no CadÚnico que o Governo Federal analisa se o grupo familiar realmente se enquadra dentro dos requisitos necessários.

E, só então concede o auxílio.

Além disso, ao fazer parte desse banco de dados nacional, é possível obter outros benefícios, bem como fazer parte de outros programas sociais voltadas para o público mais carente.

Veja o que vamos ver nesse artigo:

Advertisement

Continue lendo esse artigo até o final e confira o passo a passo, do que preparamos para você descobrir como fazer o cadastro no Bolsa Família.

Passo a Passo para o cadastro Bolsa Família

O cadastro Bolsa Família é feito de forma presencial no Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) da região onde a família mora.

Ele deve ser feito por um responsável pelo grupo familiar que ficará encarregado de comparecer em todas as etapas do processo, bem como manter os dados de todos atualizados.

Veja os passos que o Responsável Familiar (RF) deverá seguir para se cadastrar nesse Programa:

  1. A primeira coisa é reunir os documentos obrigatórios para inscrição de todos os membros da família. No caso do RF, ele precisa apresentar o seu RG e CPF. O título de eleitor também é válido.
  2. Já dos outros membros é necessário apresentar um dos seguintes documentos: RG, CPF, certidão de casamento e também de nascimento, carteira de trabalho ou Título Eleitoral.
  3. Para facilitar o processo de cadastro também é recomendado apresentar: comprovante de matrícula escolar dos menores de 17 anos de idade, e comprovante de residência;
  4. Uma vez que o cadastro no CadÚnico é feito, a pessoa precisa aguardar o processo de seleção;
  5. Em caso de aprovação, o RF será chamado para comparecer ao CRAS para confirmar os dados e já garantir a emissão do cartão que dá acesso ao dinheiro.

Tipos de benefícios Bolsa Família

Além de saber como fazer cadastro Bolsa Família, é importante entender o funcionamento desse programa.

Advertisement

Muitas pessoas acham que só existe uma única modalidade desse auxílio.

Mas na verdade, existem vários tipos de benefícios dentro do Programa Bolsa Família.

E, um grupo familiar pode ser contemplado em diferentes modalidades, desde que se respeite o limite máximo de cada categoria.

Confiram abaixo quais são elas:

Benefício Básico

Esse é o auxílio concedido para os grupos familiares que vivem em situação de extrema pobreza, que é quando a renda mensal por membro é de até R$ 85,00.

Nesse caso, é concedida uma ajuda financeira de R$ 85,00 mensais, que visa justamente atender as necessidades mais básicas da família.

Benefício Variável

Essa modalidade é concedida para famílias em condição de pobreza e extrema pobreza, que possuem gestantes, mães que estão amamentando, ou crianças e também adolescentes de até 16 anos como membros.

Nesse caso, o auxílio concedido é no valor de R$ 39,00 mensal, e cada grupo familiar pode acumular até 5 auxílios mensais, totalizando assim R$ 195,00.

Benefício Variável Jovem

Outra modalidade é o benefício variável jovem.

Ele também é voltado para famílias em condição de pobreza e extrema pobreza.

Mas, nesse caso, é concedido para grupos familiares que possuem membros com idade entre 16 e 17 anos.

Nessa categoria, o suporte financeiro mensal é no valor de R$ 46,00.

Benefício Superação da Extrema Pobreza

Esse é a única modalidade do bolsa família que não possui um valor pré-definido.

Isso porque, o auxílio é determinado conforma o rendimento de cada pessoa da família.

Ele é voltado para grupos familiares que vivem em condição de extrema pobreza, e tem como objetivo garantir que as pessoas consigam atender necessidades básicas, como alimentação.

Ser aprovado no Bolsa Família é garantia de sempre receber o benefício?

Muita gente acha que ao ter aprovação no Programa, o benefício passa a ser concedido sempre.

Contudo, assim como outras iniciativas sociais do Governo Federal, é necessário se recadastrar periodicamente.

Isso porque, o Bolsa Família tem como objetivo ser um suporte temporário.

Sendo assim, o grupo familiar recebe enquanto necessitar, mas quando a situação de todos melhorar, deixa de receber.

Por conta disso, periodicamente é necessário fazer o recadastramento.

Além disso, é de responsabilidade do RF manter os dados da inscrição sempre atualizados.

Qualquer mudança dentro do grupo familiar deve ser informada ao CRAS da região.

A não atualização das informações, inclusive, pode causar a suspensão do auxílio.

A família mudou de endereço? Um dos adolescentes que recebia auxílio atingiu a maioridade? Alguma mulher da família engravidou?

Todas essas informações bem como outras mudanças precisam ser informadas.

Assim, o benefício é adequado conforme as necessidades do grupo familiar.

Entretanto, caso você tenha alguma dúvida sobre como fazer cadastro Bolsa Família, o ideal é ir ao Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) da sua região.

Nesse local, é possível obter todas as orientações necessárias sobre a inscrição.

E, também atualizar dados assim como fazer recadastramento no Programa.

Veja também...

Este site usa cookies Ok Mais detalhes

Termos & Política de Privacidade